Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


I believe..

Terça-feira, 23.04.13

In happy endings..but.. where is my romeo????

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 12:41

life..

Segunda-feira, 22.04.13

"Life is not about waiting for the storm to pass, it's about learning how to dance in the rain"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 16:08

neverland...

Sexta-feira, 19.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 10:38

já...

Domingo, 14.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 20:06

is it...

Quinta-feira, 11.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 20:51

e o que será...?

Quarta-feira, 10.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 16:45

simplesmente..

Segunda-feira, 08.04.13

"Chamam-lhe beleza. Ou então fascínio. Mas é, na verdade, apenas uma espécie de carinho de olhar. Como se os olhos apertassem. Como se os olhos abraçassem. Uma ternura entre olhos. Como se beijar fosse sem lábios e abraçar fosse sem braços. Como se amar fosse sem tocar. Como se querer fosse sem querer. E é. Na realidade é. Amar é, sempre, sem querer. Quero-te na exacta medida em que não te quero. Quero-te como se quer aquilo que se quer sem querer. Pode parecer confuso. Mas não é. É amor." - Pedro Chagas Freitas


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 16:44

never...

Domingo, 07.04.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 19:50

momentos...

Sábado, 06.04.13
"Ser feliz por momentos é algo de que não se deve ter vergonha. Momentos que o fim torna ridículos. A felicidade, como o amor, é um sentimento ridículo. Mas a felicidade, como o amor, só é ridícula quando vista de fora. A felicidade, como o amor, só é ridícula antes ou depois de si própria. A felicidade são momentos que, no seu presente fugaz, são mais fortes do que todas as sombras, todos os lugares frios, todos os arrependimentos. Ser feliz em palavras que, durante essa respiração breve, mudam de sentido. E nem a forma do mundo é igual: o sangue tem a forma de luz, as pedras têm a forma de nuvens, os olhos têm a forma de rios, as mãos têm a forma de árvores, os lábios têm a forma de céu, ou de oceano visto da praia, ou de estrela a brilhar com toda a sua força infantil e a iluminar a noite como um coração pequeno de ave ou de criança. Momentos que o fim torna ridículos. Momentos que fazem viver, esperando por um dia, depois de todas as desilusões, depois de todos os arrependimentos e fracassos, em que se possam viver de novo, para de novo chegar ao fim e de novo a esperança e de novo o fim. Não se deve ter vergonha de se ser feliz por momentos. Não se deve ter vergonha da memória de se ter sido feliz por momentos."



José Luís Peixoto, Uma Casa Na Escuridão

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 13:50

Amar...

Quinta-feira, 04.04.13

"Em como é diferente o amor em Portugal!
Nem a frase subtil, nem o duelo sangrento...
é o amor coração, é o amor sentimento.
Uma lágrima... Um beijo... Uns sinos a tocar...
Um parzinho que ajoelha e que vai se casar.
Tão simples tudo! Amor, que de rosas se inflora:
Em sendo triste canta, em sendo alegre chora!
O amor simplicidade, o amor delicadeza...
Ai, como sabe amar, a gente portuguesa!
Tecer de Sol um beijo, e, desde tenra idade,
Ir nesse beijo unindo o amor com a amizade,
Numa ternura casta e numa estima sã,
Sem saber distinguir entre a noiva e a irmã...
Fazer vibrar o amor em cordas misteriosas,
Como se em comunhão se entendessem as rosas,
Como se todo o amor fosse um amor sòmente...
Ai, como é diferente! Ai, como é diferente! “

 

A ceia dos cardeais

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por laranjinha às 11:39





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

arquivos

2013





comentários recentes




subscrever feeds